segunda-feira, 11 de maio de 2020

Cinco "nada ortodoxas" mães de Jesus

É incomum em uma cultura patriarcal, uma genealogia matrilinear. Mas, no Evangelho de Mateus encontramos cinco mães nas raízes genealógicas de Jesus: Tamar, Raabe, Rute, Betseba e Maria de Nazaré. Mulheres “nada ortodoxas”.  “Nada ortodoxos” foram também os caminhos pelos quais se tornaram mães genealógicas de Jesus. Entre elas, estrangeiras, transgressoras e até mulheres consideradas de reputação duvidosa. Essas foram as escolhidas mães de Jesus. Seus nomes, suas histórias contrariavam totalmente o modelo religioso-patriarcal vigente.
Reler essas histórias, pode ajudar a rever as imagens e modelos idealizados do ser mãe que pesa sobre as mulheres nas culturas cristãs patriarcais. Vamos celebrar e fazer memória dessas “nada ortodoxas” mães de Jesus durante esta semana.

Odja Barros

Clique no link para ter acesso aos textos sobre as cinco "nada ortodoxas" mães de Jesus.


⬇️

terça-feira, 21 de abril de 2020

segunda-feira, 20 de abril de 2020

CONVITE 🙏🌸ORANDO COM ELAS ON-LINE 🌸🙏

Um convite da comadre Ruah à todas as mulheres IBP
Ah, minha criatura admirável...
Seja bem-vinda...
Entre, entre...
Estou esperando por você...é, por você e pelo seu espírito! Fico feliz por você ter conseguido encontrar o caminho...
Venha, sente-se comigo um pouco. (...)
Venha, experimente essa poltrona. Acho que é perfeita para o seu corpo querido.
Pronto, agora respire bem fundo... deixe os ombros caíres até o ponto que lhes seja natural. Não é bom poder respirar esse ar puro? Respire fundo mais uma vez. Vamos... Eu espero... Viu? Está mais calma, mais presente agora.
Preparei a lareira perfeita para nós. o fogo vai durar a noite inteira - suficiente para todas as nossas "histórias dentro de histórias".
Um momentinho só, enquanto termino de lavar a louça bonita. Vamos beber o que estávamos reservando para "uma ocasião especial". Sem dúvida, "uma ocasião especial" é qualquer ocasião à qual a alma esteja presente. Você já percebeu? "Reservar" para outra hora é jeito que o ego tem de dizer, rabugento, que não acredita que a alma mereça prazer dia-a-dia. Mas, ela merece, de verdade. A alma sem dúvida merece.
Por isso vamos nos sentar um pouco, comadre, só nós duas... e o espírito que se forma sempre que duas almas ou mais se reúnem com apreço mútuo, sempre que duas mulheres ou mais falam de "assuntos que importam de verdade". (...)
Trecho de "A pequena casa na floresta" - A ciranda das mulheres sábias de Clarissa Pinkola Estés.
Essas palavras podem ser lidas como um convite da comadre Ruah para todas as mulheres que desejam juntar em nosso Orando com Elas On-line.

📍Terça-feira, 21 de abril, às 19h.
📝Tema: Revestidas da Ruah para Resistir os Dias Maus
💃Convidada: Rev. Lilian Conceição
🎼Música: Andréa Laís
Participe conosco e convide as comadres! 👭

sexta-feira, 10 de abril de 2020

PÁSCOA COM MULHERES: PERTO DA CRUZ, ELAS AMARAM ATÉ O FIM

“Perto da cruz de Jesus estavam sua mãe, a irmã dela, Maria mulher de Clopas, e Maria Madalena.” João 19.25.

A narrativa do Evangelho de João, testemunha que as mulheres, permaneceram perto da cruz até a morte. Jesus havia dito aos discípulos que estava chegando a hora, e que todos o abandonariam e o deixariam sozinho (João 16:32). Mas, as mulheres permaneceram firmes, frente a morte e o medo de represálias. As mulheres não fugiram. Elas ficaram juntas em vigília, perto da cruz, até o momento final. Na narrativa dos outros Evangelhos, as mulheres assistiram a morte de Jesus de longe. Mas na narrativa joanina, elas ficam perto da cruz, tão perto que Jesus consegue falar com sua mãe antes de morrer (João 19:26-27). As mulheres, tendo amado a Jesus, amaram até o fim (João 13:1).
Em memória delas, desejo ardentemente, que o mundo pós-pandemia, seja mais amoroso e solidário com os corpos crucificados, incluindo, os corpos das mulheres. A primeira vítima mortal da COVID-19 no Brasil foi uma mulher pobre, empregada doméstica de 63 anos. Durante o isolamento social, registra-se aumento de violência contra as mulheres. Ficar em casa, para algumas mulheres, não é uma escolha segura. Qual “vírus” é mais ameaçador e mortal para as mulheres em seu cotidiano? Segundo Paul Ricouer, a cruz, enquanto símbolo, central na tradição cristã, convida a pensar. O símbolo da cruz e um “Deus crucificado” celebrado nesta sexta pascal, vivida em tempo de pandemia, deveria interpelar o mundo ainda mais!
Que as mulheres que ficaram perto da cruz nos convidem a pensar!


Por Odja Barros


quinta-feira, 9 de abril de 2020

PÁSCOA COM MULHERES – VIDA ACIMA DO LUCRO!


A economia do cuidado comunicada nos últimos gestos de Jesus antes da cruz, parece revelar duas coisas: Primeiro, que as mulheres estavam presentes, ainda que tenham sido deixadas ausentes na narrativa dos Evangelhos nas cenas vividas no Getsêmani, na última ceia e no ritual do lava-pés. Elas estavam presentes, porque foi com elas que Jesus aprendeu a economia do cuidado.
Segundo, revela a dificuldade dos homens-discípulos de aceitarem o messianismo proposto por Jesus: o messias-vulnerável que desejou evitar o amargo cálice do sofrimento na cruz. O messias-servo que lavou os pés dos seus discípulos e o messias-corpo que se reparte em amor.
Enquanto Jesus, desesperadamente deixava estes últimos sinais, os discípulos, discutiam sobre quem sentaria à direita e à esquerda de Jesus na glória. Traíam, vendiam e negavam a Jesus.
Celebremos essa páscoa contra toda economia que coloca o lucro acima da vida. Celebremos essa Páscoa em memória delas!

Odja Barros


segunda-feira, 23 de março de 2020

Comunicado: Cancelamento do Acampamento de Mulheres IBP 2020


Diante do atual cenário de crise provocado pela pandemia do coronavírus e seus efeitos, estamos cancelando o Acampamento de Mulheres IBP 2020, previsto para os dias 24 a 26 de abril.
E, em tempos de vírus COVID-19, estejamos unidas e atentas:
Fiquemos em casa!
Cuidemos umas das outras.
Estejamos atentas às mulheres que estão em situação de mais vulnerabilidade, inclusive econômica.
Se ouvir qualquer episódio de violência neste período de isolamento, alerte e denuncie.
E, que o sopro da divina Ruah esteja soprando sobre todas nós e nos ajudando a atravessar esse tempo sombrio, juntas, apesar da temporária distância.

Maceió, 23 de março de 2020.
A coordenação



sábado, 21 de março de 2020

IBP 50 anos: E que tal ver a igreja como uma mulher preta?


E ela chega aos 50!
Alguns cabelos brancos e marcas de expressão no rosto, uma mulher forte e com uma serenidade incrível no olhar. Ela é uma preta ousada com cabelos rebeldes. Rebeldes como tantos posicionamentos que chocam os "politicamente corretos". Seu corpo não está em nenhum padrão de beleza, ela é rechonchuda e sabe lhe dar muito bem com isso (Ela é livre).
Não sei sua condição sexual, ela também não pergunta a ninguém quando aceita manter uma relação com a pessoa.
Ela vê um Deus como Pai, mas também o enxerga como uma mãe que consola seus filhos e filhas no seu seio cheio de leite. Às vezes ela resolve cozinhar, mas não é todas as vezes que ela está inspirada para isso (Ela é livre), mas quando acontece, sua comida é tão boa que satisfaz seus filhos e filhas como um maná das deusas!
Além disso, ela coloca música e dança, coloca poesia e declama, coloca o evangelho e proclama a boa nova que Jesus de Nazaré nos deixou para compartilhar.
Parabéns Igreja Batista do Pinheiro!
Parabéns por ser essa Mulher corajosa, ousada, guerreira e resistente.
Que seus óvulos continuem sendo produzidos nesse útero que sangra, que sonha e que produz vida em abundância.
Feliz Aniversário!
Feliz 50 anos!

Thamara Arruda.

segunda-feira, 9 de março de 2020

LEITURA FEMINISTA DA BÍBLIA: O CHAMADO DA SABEDORIA


LEITURA FEMINISTA DA BÍBLIA: O CHAMADO DA SABEDORIA

A Sabedoria está chamando. Ela construiu uma casa, ergueu suas sete colunas. Matou animais para uma refeição, preparou seu vinho e arrumou a sua mesa. Enviou amigas para fazerem convites desde o ponto mais alto da cidade, clamando: Venham todas que buscam novos saberes e sabores. Venham comer a minha comida e beber o meu vinho que preparei!
A Sabedoria convida a que provemos do seu fruto: "A vocês, mulheres, eu clamo; a todas levanto a minha voz. Amo a todas que me amam, e aquelas que me procuram, me encontram. Meu fruto é saboroso! Todas as minhas palavras são deliciosas!
A Sabedoria (Ruah, Sophia) foi a arquiteta da criação e cocriadora de todas as coisas.  Nasceu quando ainda não havia abismos, quando não existiam fontes de águas; antes de serem estabelecidos os montes e de existirem as colinas ela nasceu. Ainda não tinha sido feita a terra, nem os campos, nem o pó com o qual formou o mundo. Quando foram estabelecidos os céus ela estava lá. Quando traçou o horizonte sobre a superfície do abismo. Quando colocou as nuvens em cima e estabeleceu as fontes dos abismos. Quando determinou as fronteiras do mar para as águas não violassem a sua ordem. Quando marcou os limites dos alicerces da terra. Ela estava lá como arquiteta da criação.
A Sabedoria está na porta e nos convida para encontrá-la. Ela está chamando, erguendo a sua voz; nos lugares altos, junto ao caminho, nos cruzamentos, ela se coloca ao lado das portas, à entrada da cidade. Portas adentro, ela clama em alta voz: Ouçam-me agora, minhas filhas: Como são felizes aquelas que andam nos meus caminhos! Ouçam-me e serão sábias. Venham todas! Venham comer a minha comida e beber o vinho que preparei!
Para aquelas que desejam trilhar o caminho da Leitura Feminista da Bíblia, Ela diz: "A água roubada é doce, e o pão que se come escondido é saboroso!
Um convite para o Acampamento de Mulheres IBP 2020.


Uma adaptação a partir de Provérbios 8 e 9 por Odja Barros


sábado, 7 de março de 2020

Carta do Fórum de Gênero da Aliança de Batistas do Brasil

O patriarcado religioso que prevalece nas igrejas e estruturas cristãs é inimigo antigo que permanece aterrorizando a vida das mulheres.
Historicamente, o cristianismo tem usado o nome de Deus para perpetuar e justificar o pecado do machismo e suas estruturas patriarcais.
Por isso, neste 08 de março, o Fórum de Gênero da Aliança de Batistas do Brasil faz desse dia de celebração um Grito!
Leia o manifesto do Fórum de Gênero na íntegra: https://bit.ly/2Im2DsB
#8M #JuntasResistiremos #FórumdeGêneroABB8M


sábado, 8 de fevereiro de 2020

CONVITE

Atenção mulheres IBP
Primeiro Orando com Elas de 2020
2020 Ano histórico na IBP
50 anos da nossa comunidade de fé
20 Anos do Acampamento de Mulheres e Leitura Feminista da Bíblia
Vamos juntas, fazendo história!